Melodia Web
Rádio Melodia Web - www.melodiaweb.com - São José do Rio Preto - SP - Brasil
quinta-feira, 19 de setembro de 2019
Ouça a MelodiaWeb
Página inicial Ouça música de qualidade pela Internet

Ouça a MelodiaWeb Este site possui uma rádio web que prioriza música italiana, MPB, clássica, tango, bolero, instrumental, esperanto, etc.
Clique na imagem ao lado para ouvir
Ouça a MelodiaWeb
Notícias
Diminui o tamanho da fonte Aumentar o tamanho da fonte
LABORATÓRIO ANUNCIA PRODUÇÃO DO PRIMEIRO LOTE DE VACINA CONTRA GRIPE SUÍNA
Folha Online, sexta-feira, 12 de junho de 2009
LABORATÓRIO ANUNCIA PRODUÇÃO DO PRIMEIRO LOTE DE VACINA CONTRA GRIPE SUÍNA

A empresa farmacêutica suíça Novartis informou nesta sexta-feira ter produzido com sucesso o primeiro lote de uma vacina contra a gripe suína. A informação foi divulgada no dia seguinte ao anúncio da OMS (Organização Mundial de Saúde) de que a doença causada pelo novo tipo de vírus influenza A H1N1 atingiu o nível de pandemia. O termo tem relação apenas com a ampla distribuição geográfica da gripe suína, considerada uma doença "moderada".


A Novartis, que fez o anúncio semanas antes do esperado, afirmou que vai utilizar o primeiro lote de vacina para a avaliação pré-clínica e testes --os quais devem começar em julho. Segundo a empresa, a vacina foi feita em células, e não cultivada em ovos (técnica normalmente utilizada na fabricação de vacinas), porque permitiria maior rapidez no processo.


A OMS havia informado que as vacinas para a gripe suína deveriam estar aprovadas e prontas para venda em setembro e recomendou, nesta quinta-feira, que as autoridades reguladoras dos países trabalhem em conjunto para ajudar na aprovação rápida das vacinas.


A vacina anunciada pela Novartis foi produzida em uma fábrica em Marburg, na Alemanha. A companhia afirmou que a unidade poderá potencialmente produzir milhões de doses de vacina por semana.


A Novartis informou que mais de 30 governos solicitaram suprimentos do medicamento, incluindo o Departamento de Saúde dos Estados Unidos, que fez uma encomenda no valor de US$ 289 milhões em maio.


Algumas das principais companhias farmacêuticas do mundo estão trabalhando no desenvolvimento de uma vacina contra o novo tipo de vírus influenza A H1N1, que causa a gripe suína. O anúncio de pandemia da OMS impulsionou as ações das farmacêuticas Glaxo, Novartis e Sanofi, que subiram entre 2% e 4,5% na bolsa de Nova York nesta quinta-feira.


Ao anunciar a pandemia, em Genebra, a diretora geral da OMS, Margareth Chan, recomendou aos laboratórios que primeiro terminassem a produção das vacinas contra a gripe comum para só então mobilizarem suas fábricas para a produção da nova vacina. O tempo estimado para que terminassem de produzir a vacina comum era de duas semanas.


Wayne Pisano, chefe de vacinas da Sanofi-Aventis, a maior produtora de vacina contra a gripe, disse nesta quinta-feira que a empresa poderia "produzir o maior número de doses de vacina no menor prazo". Ainda assim, ela disse que é preciso esperar quatro meses antes que o primeiro lote do produto estivesse pronto para venda.


As farmacêuticas receberam amostras do novo vírus nas duas últimas semanas.


"Moderada"


Quando anunciou a elevação para o nível máximo do grau de alerta por causa da gripe suína, a diretora-geral da OMS disse que se trata de "uma pandemia moderada". A decisão de declarar a pandemia (epidemia generalizada) --a primeira em 41 anos-- foi tomada devido à abrangência mundial da doença, que já atinge 74 países, e não à periculosidade do vírus.


A última declaração de pandemia ocorreu em 1968, quando um surto de gripe causou a morte de mais de 1 milhão de pessoas em todo o mundo. Em todo o século 20, foram registradas três pandemias.


A transmissão intercomunitária do vírus, assim como a extensão geográfica dos novos casos, são os principais critérios analisados pela OMS para determinar a passagem da fase cinco para a fase seis, o nível máximo na escala de alerta de pandemias.


"Pandemia significa extensão [do vírus]. Mas um maior nível de alerta pandêmico não significa necessariamente que vamos ver um vírus mais perigoso ou que muita gente vá ficar gravemente doente", disse, em entrevista coletiva, a diretora-geral da OMS.


O anúncio desta quinta-feira, aguardado nos últimos dias, é a confirmação científica de que um novo vírus da gripe surgiu e rapidamente se espalhou pelo globo, e não que o vírus se tornou mais perigoso.
A diretora da OMS descreveu o vírus como "moderado". Ela salientou que a maioria dos casos é leve e não precisa de tratamento. Entretanto, existe o temor de que uma série de novas infecções possa lotar os hospitais, especialmente nos países mais pobres.


Cerca de metade das pessoas que morreram após contrair o vírus da gripe suína era de jovens saudáveis --público que normalmente não é suscetível à gripe comum, que atinge entre 250 mil e 500 mil pessoas por ano.


A decisão de aumentar o nível de alerta poderia ter sido tomada antes se a OMS tivesse informações mais acuradas em relação à Europa. Chan disse que ela convocou uma reunião de emergência para esta quinta-feira com especialistas em gripe depois que foram levantadas dúvidas sobre se alguns países, como o Reino Unido, estavam ou não reportando os casos registrados de forma cuidadosa.


Após o encontro, a diretora da organização disse que os especialistas concordaram que o vírus se espalhou mais do que estava sendo informado.


Na última quarta-feira, a OMS relatou que 74 países informaram sobre 27.737 casos da doença, incluindo 141 mortes.


Sintomas


A gripe suína é uma doença respiratória causada pelo vírus influenza A, chamado de H1N1. Ele é transmitido de pessoa para pessoa e tem sintomas semelhantes aos da gripe comum, com febre superior a 38ºC, tosse, dor de cabeça intensa, dores musculares e articulações, irritação dos olhos e fluxo nasal.


Para diagnosticar a infecção, uma amostra respiratória precisa ser coletada nos quatro ou cinco primeiros dias da doença, quando a pessoa infectada espalha vírus, e examinadas em laboratório. Os antigripais Tamiflu e Relenza, já utilizados contra a gripe aviária, são eficazes contra o vírus H1N1, segundo testes laboratoriais, e parecem ter dado resultado prático, de acordo com o CDC (Centros de Controle de Doenças dos Estados Unidos).


Com Associated Press e Reuters



Ouça a MelodiaWeb Este site possui uma rádio web que prioriza música italiana, MPB, clássica, tango, bolero, instrumental, esperanto, etc.
Clique na imagem ao lado para ouvir
Ouça a MelodiaWeb
Veja também
(16/03/2019) Ministro da Infraestrutura anuncia concessão de três novas ferrovias
(26/10/2018) Presidente João Figueiredo
(01/01/2015) O Legado de um corredor
(29/12/2014) Maratonista de 103 anos volta à ativa
(29/12/2014) Idosos velozes e furiosos
(31/03/2014) Cancelamento de contratos: Telefonia, banda larga e TV por assinatura
(30/08/2013) Golpe da Vivo móvel e Ace seguradora
(19/06/2013) Protestos indicam que modelo brasileiro chegou ao limite, diz FT
(17/02/2013) Blogueira cubana Yoani Sánchez inicia viagem pelo mundo
(08/02/2013) Descoberta de carne de cavalo em lasanhas da Findus agita Reino Unido
(08/02/2013) Pessoas infelizes assistem mais TV, diz estudo
(02/02/2013) Conservadores lançam alternativa ao Facebook
(23/01/2013) Agulhas contaminadas com HIV!!! Não repasse.
(06/01/2013) 4 técnicas de lavagem cerebral que estão sendo utilizadas em você
(06/01/2013) Programados para morrer, conspiração da indústria


Veja todo conteúdo desta categoria
Ouça a Rádio do coração
© 2019 Rádio Melodia. Todos os direitos reservados.
Design: Win Multimídia - Desenvolvimento:Adriel Menezes