Melodia Web
Rádio Melodia Web - www.melodiaweb.com - São José do Rio Preto - SP - Brasil
terça-feira, 22 de janeiro de 2019
Ouça a MelodiaWeb
Página inicial Ouça música de qualidade pela Internet

Ouça a MelodiaWeb Este site possui uma rádio web que prioriza música italiana, MPB, clássica, tango, bolero, instrumental, esperanto, etc.
Clique na imagem ao lado para ouvir
Ouça a MelodiaWeb
Mensagens
Diminui o tamanho da fonte Aumentar o tamanho da fonte
URNAS ELETRÔNICAS, A FRAUDE ANUNCIADA
Da redação Convergência Digital, sexta-feira, 23 de março de 2012
URNAS ELETRÔNICAS, A FRAUDE ANUNCIADA

 Urna eletrônica: Investigadores decifram código-fonte e preparam 'ataque' 


Os investigadores inscritos na 2ª Edição dos Testes Públicos de Segurança do Sistema Eletrônico de Votação, promovidos pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), participaram nesta quinta-feira, 08/03, do último dia da fase de preparação para os testes. Nesta etapa, os participantes tiveram a chance de se inteirar sobre o funcionamento de todos os sistemas que envolvem a votação eletrônica, podendo, inclusive, visualizar o código-fonte da urna e fazer pesquisas na internet.


Nos testes, que serão realizados de 20 a 22 de março, os investigadores tentarão realizar “ataques” à urna eletrônica buscando explorar eventuais falhas do sistema relacionadas à violação da integridade e ao sigilo do voto. Por sua vez, a fase de preparação dos testes, uma novidade desta segunda edição do evento, teve como objetivo dar o maior número de subsídios possíveis para a elaboração dos planos de testes.


Nesta terça-feira,06/03, primeiro dia da fase de preparação, os investigadores assistiram a uma palestra do secretário de Tecnologia da Informação do TSE, Giuseppe Janino, que apresentou uma visão geral do processo eletrônico e sua evolução, com destaque para as barreiras de segurança incluídas no sistema. Depois da palestra, os participantes puderam dar início à elaboração das suas propostas de “ataques” à urna eletrônica.


O integrante da Comissão Disciplinadora dos testes Luís Augusto Consularo explica que esta etapa permitiu aos investigadores “tatear ou sondar possíveis vulnerabilidades” do sistema eletrônico de votação. “A partir dessas vulnerabilidades que os investigadores tatearam ou sondaram, será possível implementar um plano de testes talvez mais efetivo e detectar alguma coisa que talvez a gente não tenha visto”, destaca o servidor do TSE.


Segundo Consularo, durante a fase de preparação os investigadores trabalharam em várias frentes, tendo desmontado urnas eletrônicas, visualizado o código-fonte, esclarecido dúvidas com a Comissão e a equipe de apoio e até visualizado os esquemas elétricos das urnas. “Com essas informações, eles estão fazendo sugestões e verificando se há alguma possibilidade de ‘ataque’ ao sistema. Percebemos que a fase de preparação foi uma etapa bastante positiva”, avalia.
“Os investigadores estão bastante entusiasmados com os testes e alguns até surpresos com a complexidade da urna. Muitos chegaram aqui imaginando que a urna seria um equipamento bastante simples e sairão daqui percebendo a complexidade da urna e do próprio sistema eleitoral”, conclui Luís Augusto Consularo.
Esta segunda edição dos testes, que será realizada na sede do TSE, em Brasília-DF, tem a finalidade de dar ainda mais transparência ao processo eleitoral e demonstrar sua confiabilidade e segurança. O evento tem o apoio do Centro de Tecnologia da Informação Renato Archer (CTI), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) e da Universidade de Brasília (UnB).


Elaboração dos testes


Durante os três dias da fase de preparação, os investigadores receberam todas as informações possíveis para a elaboração dos seus planos de testes, que deverão ser encaminhados à Comissão Disciplinadora até as 19h da próxima terça-feira (13).


Diego de Freitas Aranha, doutor em Ciência da Computação pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), professor da UnB e integrante do Grupo 1, conta que a equipe se interessou em participar dos testes porque trabalha com as áreas de pesquisa em criptografia e segurança computacional. “Nós exercemos atividades de segurança no dia a dia, então uma oportunidade dessas é muito interessante para a gente colocar em prática o que a gente trabalha, estuda e pesquisa”, explica.


De acordo com o Diego, o objetivo da equipe ao participar dos testes é contribuir, de alguma forma, para melhorar a segurança do sistema eletrônico de votação. “A iniciativa do TSE é muito positiva. Essa demanda por transparência é antiga, pelo menos na comunidade acadêmica já existe há um bom tempo. Portanto, os testes estão satisfazendo a um anseio antigo, e eu fico muito feliz por estar participando dessa iniciativa”, completa o professor da UnB.


Marcelo Rodrigues de Sousa, doutor em Ciência, na área de Engenharia Elétrica e Computação, pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e coordenador do Grupo 5, salienta que os três dias de preparação foram suficientes para o desenvolvimento dos testes. “Nós já tínhamos algumas ideias antes de vir para cá, mas, sinceramente, eu desconhecia os detalhes da urna desenvolvida hoje. Então, nós pudemos ver a parte eletrônica, tivemos acesso aos programas, à urna em si, pudemos até abrir a urna. A fase de preparação foi muito importante”, avalia o professor da UFU.


Segundo o acadêmico, que no final da década de 1990 desenvolveu estudos para levantar possíveis problemas na urna eletrônica, foi possível constatar uma grande evolução no sistema. “Agora, o grande desafio nosso é colocar a segurança da urna em xeque. É um grande desafio. É uma oportunidade muito boa, única. Nós da Universidade Federal de Uberlândia estamos muito felizes por poder participar desse evento e, de alguma forma, auxiliar o processo eleitoral brasileiro”, afirma.
Já para o integrante do Grupo 3 Pedro Ivo Pereira Gomes, que representa o Instituto Sapientia, a viabilização do código-fonte da urna eletrônica, possível durante a fase de preparação, facilitou a elaboração dos testes por parte das equipes. “Nosso tempo é curto e a gente precisa já ter conhecimentos técnicos suficientes para conseguir identificar alguma eventual falha no sistema. É muito positivo o TSE nos dar informações sobre como funciona o processo”, diz o bacharel em Ciência da Computação.
No que se refere à iniciativa do TSE de realizar os testes, ele conclui: “é muito séria a finalidade da urna eletrônica e isso tem que ficar muito transparente para a população. Os testes, abertos ao público, possibilitam isso. Essa iniciativa abre as portas para que o sistema possa ser realmente validado por qualquer cidadão.”
Testes
Os testes de segurança contemplarão a segurança do sistema eletrônico de votação, podendo ser explorados os seguintes elementos e componentes da urna eletrônica para a elaboração e realização dos seus testes: processo de carga da urna; hardware; lacre físico; dispositivos de logística que protegem a urna; mídias eletrônicas; conteúdo das mídias de dados; e software de votação utilizado na seção eleitoral.
Os resultados e as conclusões dos testes serão apresentados em audiência pública no dia 29 de março, às 10h, também na sede do TSE. Os investigadores que efetivamente tiverem participado do evento receberão certificados de participação. As sugestões de melhorias encontradas poderão ser implementadas futuramente no sistema.


Prezado Leitor, não esqueça de curtir esse post e me seguir no Twitter:@OsmarSantos14 ou me adicionar no Face: http://www.facebook.com/radiomelodiaweb



Ouça a MelodiaWeb Este site possui uma rádio web que prioriza música italiana, MPB, clássica, tango, bolero, instrumental, esperanto, etc.
Clique na imagem ao lado para ouvir
Ouça a MelodiaWeb
Veja também
(04/11/2018) Comunismo - Bolshevismo - Crimes contra a Humanidade
(03/11/2018) PERDEMOS nossa FILHA para a DOUTRINAÇÃO COMUNISTA nas ESCOLAS
(04/09/2018) O Contragolpe 1964 - A Verdade Sufocada
(02/09/2018) Gênios que construirão um mudo melhor
(13/03/2018) Vamos resgatar o Brasil
(09/03/2018) Felicidade Atrai Inveja
(02/02/2017) O Poder Curador da Música
(12/04/2016) A senhora No Número 6 (The Lady in Number 6)
(11/05/2015) Conselhos Eternos da Bíblia
(11/02/2015) Na corrida, foi muito bem recebido e hoje tem vários amigos
(23/11/2014) Creia, Deus restaurará a nossa sorte!
(25/09/2014) Raça de víboras
(17/09/2014) Você deve conversar com estranhos no ônibus?
(07/04/2014) O que a Bíblia diz sobre o ateísmo
(23/02/2014) O Brasil não é um país sério


Veja todo conteúdo desta categoria
Ouça a Rádio do coração
© 2019 Rádio Melodia. Todos os direitos reservados.
Design: Win Multimídia - Desenvolvimento:Adriel Menezes